3 Conselhos para a boa recuperação após a extração do siso

08.06.2018

 

Os dentes sisos (ou terceiros molares) são os últimos dentes a nascerem na arcada dentária. Geralmente o ser humano tem quatro sisos, 2 inferiores (direito e esquerdo) e dois superiores (direito e esquerdo). Eles aparecem por volta dos 17 aos 25 anos de idade.

 
A extração desses dentes deverá ser sustentada por critérios clínicos. Existem casos onde não há a necessidade de submeter o paciente ao procedimento. Se os dentes estiverem erupcionados corretamente na cavidade oral ou em posição favorável, provavelmente não irão causar problemas.
 
Cada caso deve ser analisado individualmente e exame clínico, somado ao exame radiográfico, revelarão a necessidade ou não de ser feita a extração.
 
Sendo a extração a solução indicada, a recuperação tende a ser mais rápida em pacientes jovens (até os 30 anos) devido à composição óssea e resposta mais ágil do organismo. A boa técnica cirúrgica empenhada pelo especialista, atrelada ao pós-operatório seguindo todas as orientações dadas pelo dentista, reduzirão substancialmente ou mesmo eliminarão os riscos de complicações após o procedimento.
 
A semana que sucede a extração é a mais importante para a boa recuperação do paciente. Após a cirurgia algumas reações inflamatórias podem ocorrer na área de extração siso. A lesão exposta ao ambiente de bactérias, vírus e fungos, comuns a boca, requer a atenção a uma série de cuidados fundamentais para reduzir a margem de desconforto e risco após o procedimento.
 
Separamos 3 conselhos de especialistas para reduzir a dor e o desconforto do paciente no pós-operatório.
 
 
Atenção com a dieta
 
Nos sete dias que seguem a cirurgia, deve-se adotar uma dieta diferenciada. Logo após a extração dos sisos, deve ser feita uma dieta líquida, evitando comer alimentos quentes nos primeiros três dias.
 

Algumas sugestões para os primeiros dias são sucos e sopas - que devem ser consumidos in natura, morno ou resfriados. Consumir alimentos quentes nas primeiras horas após a cirurgia e nos cinco ou sete dias seguintes pode prejudicar a cicatrização ou causar dor e desconforto.

 

 

Cuidados ao escovar os dentes
 

Durante as primeiras 24 horas, é preciso escovar os dentes de forma mais suave que o habitual e evitar escovar os dentes vizinhos dos sisos extraídos para proteger a região da cirurgia. Do segundo ao quinto ou sétimo dia, retome a escovação suave de todos os seus dentes.

 

 

Faça compressas para o inchaço
 

Sofrer com edemas após a cirurgia é muito comum, e sua gravidade depende da intensidade da cirurgia e do tipo de anatomia do paciente, como sua musculatura, a amplitude bucal e a articulação da mandíbula chamada de ATM.

 

Para diminuir o inchaço, aplique nas primeiras 24 horas uma compressa gelada a cada 20 minutos, durante 10 minutos aproximadamente. Após esse primeiro dia, trate o inchaço com compressas quentes, aplicando uma toalha quente e úmida na área de 20 em 20 minutos.

Não deixe de consultar seu dentista em caso de dúvidas. Para o sucesso do tratamento e recuperação sem dor, é fundamental seguir as recomendações do profissional.   

Please reload

Entre em Contato

 

(21) 3189-6444

(21) 98221-5824

Rua Haddock Lobo - 210 - Sala 513 - Tijuca - Rio de Janeiro/RJ

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon