Ortodontia: 6 dicas de higiene para quem usa aparelho fixo

29.10.2019

 

Quem usa aparelho fixo sabe: sempre rola uma insegurança de ter deixado resquícios de alimentos presos aos bráquetes, e a preguiça de correr atrás de uma boa limpeza dos dentes muitas vezes acaba batendo. A verdade é que o tratamento ortodôntico pode ser visto como um procedimento chato e doloroso, mas ele é essencial para se conquistar um sorriso bonito e saudável, desde que o paciente siga todas as orientações quanto à higiene bucal durante o processo.

 

Qual a função do aparelho fixo?

 

Apesar de muitas pessoas não gostarem da ideia de usar aparelho, tem um momento em que não dá mais para fugir disso. Por mais que seja incômodo, principalmente no início do tratamento, o aparelho proporciona inúmeros benefícios para o paciente e serve para corrigir a posição dos dentes tanto para fins estéticos quanto para fins funcionais. Ou seja, problemas de maloclusão ou mordida cruzada, por exemplo, não estarão mais presentes no seu dia a dia, nem aqueles dentinhos tortos.

 

A limpeza correta

 

Usar aparelho é muito benéfico para os dentes, mas também traz algumas dificuldades, principalmente no processo de higiene. Entretanto, é preciso ter em mente que essa etapa não deve ser deixada de lado em nenhum momento, e existem ferramentas próprias para isso, como a escova ortodôntica e a escova interdental.

 

6 dicas para uma boa higiene

 

Para quem usa aparelho, a sensação de ainda conter resíduos no aparelho pode ser constante, mesmo que o paciente tenha uma boa higiene bucal. Por isso, separamos 6 dicas imprescindíveis para que a limpeza dos seus dentes seja bastante eficiente:

 

  1. Utilize a escova correta: Você pode utilizar de uma escova dental convencional para fazer a limpeza dos seus dentes, mas uma escova ortodôntica será muito mais eficiente nesse trabalho, pois a sua estrutura irá contemplar todos os bráquetes e arco do aparelho.

  2. Não esqueça o fio dental: Apesar de ser muito trabalhoso, o fio dental é essencial na higienização dos dentes, já que ele será responsável por limpar as laterais, superfícies e áreas mais inacessíveis da gengiva e dos dentes, em que a escova não consegue chegar.

  3. Troque de escova regularmente: Independente do tipo de escova que o paciente utiliza, recomenda-se que ela seja trocada de 3 em 3 meses ou quando as cerdas já estiverem danificadas. Além disso, é importante que estas sejam de cerdas macias e cabeça pequena.

  4. Faça a escovação da língua: Um detalhe que muitos esquecem é de escovar também a língua, pois nela pode conter resto de resíduos e também deixa a pessoa com mau hálito. Para isso, pode-se utilizar a própria escova ou um limpador lingual.

  5. Cuidado na hora da escovação: O processo de escovação deve ser feito com muito cuidado, sem fazer movimentos bruscos e com bastante calma, se não deixa de ser uma preocupação com a sua saúde bucal e passa a ser um prejuízo.

  6. Enxaguantes bucais: Enxaguantes bucais podem ser uma alternativa para ajudar na higienização de quem usa aparelho ortodôntico fixo. Para quem tem dificuldade de escovação, o uso de enxaguantes com flúor podem minimizar o aparecimento de manchas brancas e cáries. No entanto, é importante lembrar que eles não substituem a escovação e o uso do fio dental.

Please reload

Entre em Contato

 

(21) 3189-6444

(21) 98221-5824

Rua Haddock Lobo - 210 - Sala 513 - Tijuca - Rio de Janeiro/RJ

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon